Pular para o conteúdo

Boletim de Investimentos

//

MARÇO 2022

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Prezado participante,

Este é o boletim de investimentos da CargillPrev, contendo os principais acontecimentos no mercado no mês de março de 2022.

Boa leitura!

O mês de março foi marcado pelo desempenho positivo das principais bolsas globais, mesmo com a continuidade do conflito entre Rússia e Ucrânia, a imposição de novas medidas de restrição à mobilidade na China e às comunicações dos bancos centrais pelo mundo. As bolsas internacionais reverteram o movimento observado nos meses anteriores e apresentaram alta no mês.
No mercado internacional de juros, o movimento foi de abertura da parte curta da curva, especialmente nos países desenvolvidos que se encontram no início do processo de normalização de suas taxas de juros. Nos Estados Unidos, acompanhamos os investidores precificarem a necessidade de o FED subir os juros em um ritmo mais rápido, com os juros para 2 e 3 anos, abrindo mais de 80 bps no período, enquanto os juros para 10 anos subiram 50 bps, passando de 1,83% para 2,34%.
No Brasil, os ativos de risco seguiram com desempenho positivo no mês. Embora continuemos acompanhando dados de inflação acima do esperado, os mercados foram impactados pelas comunicações do Banco Central Brasileiro que, após elevar a taxa Selic em 100 bps, para 11,75%, no comunicado, sugeriu mais um aperto de mesma magnitude para a próxima reunião, mas ao mesmo tempo indicou a possibilidade de encerrar o ciclo de juros no patamar de 12,75%.
No mercado de ações, a relevância do setor de commodities em nossa Bolsa, e o alto nível dos juros continuaram atraindo o investidor estrangeiro. Esse fluxo ajudou o Ibovespa a subir 6,06% no período.
O IPCA divulgado em março registrou alta de 1,62%; individualmente, o maior impacto para a alta do índice continua sendo o preço dos combustíveis. No acumulado dos últimos 12 meses, o IPCA permanece nos dois dígitos, acumulando 11,30%. Nos índices IMA, o maior retorno no mês está vinculado aos ativos com duration superior a 5 anos, positivo em 3,56%. Por fim, o IFMM variou positivamente 2,76%.

Todo mês uma nova análise de investimentos. Acompanhe nosso boletim e aproveite.

Até a próxima,
Alexandre Muniz
Diretor de Investimentos CargillPrev

Resultados de Investimentos

Ver outros boletins de investimentos